CONSTRUIR UM CONTO #1 - ANTES DE COMEÇAR

Mini-série Como Construir um Conto - Antes de Começar
Recentemente, juntaram-se duas coisas que levaram a que eu recebesse várias mensagens: publiquei o primeiro conto do ano e a FNAC apresentou os Novos Talentos 2019. Se não sabem do que estou a falar, os Novos Talentos FNAC é um concurso nas áreas de música, fotografia, cinema e escrita. Na área de escrita, a participação é feita através de um conto de até 3 mil palavras. Se quiserem saber mais informações, o melhor é consultarem tudinho no site dedicado aos Novos Talentos FNAC.

Com este concurso e com o projecto de contos a decorrer ao mesmo tempo, muita gente me perguntou se eu ia participar nos Novos Talentos e, também, se tinha dicas para ajudar quem queria participar. Embora não seja grande especialista em contos, lembrei-me de fazer uma mini-série de publicações com um passo-a-passo muito resumido para criar um conto (seja para participar em concursos, seja só para se divertirem). Como é óbvio, nada disto é uma verdade universal, mas resulta comigo e com a minha forma de trabalhar por isso, se vos ajudar, já é muito bom.

Se o objectivo é participar nos Novos Talentos FNAC ou em qualquer tipo de concurso, então o primeiro passo deve ser ler o regulamento de forma muito atenta e certificarem-se de que cumprem todos os requisitos. É também através do regulamento que vão ter as informações necessárias, a nível de tamanho, formatação, temas, etc., para o vosso conto. Convém apontar as coisas mais importantes numa folha ou num ficheiro, para terem acesso mais rápido sempre que precisarem de consultar algo.

Se o objectivo é criar um conto fora de concursos, trabalhos, ou algo com regras pré-definidas, então as primeiras coisas em que devem pensar é: o género literário, o público para o qual estão a escrever (mesmo que não planeiem publicar), o tamanho que acham que vai ter, o tema e o propósito.

GÉNERO
É um conto de mistério? De amor? Uma fábula? Uma distopia? O conto pode ser do género que quiserem, mas convém saber qual é esse género antes de começar. Se forem escrever algo de mistério, por exemplo, talvez queiram dar um tom mais sombrio ao texto, logo, saber isto de início, ajuda-vos a começar a pensar na história que querem contar. 

PÚBLICO
Em concursos, normalmente, não há restrições deste género, salvo algumas excepções, mas convém terem sempre noção de para quem acham que estão a escrever. Mesmo que não estejam a planear publicar, saber para quem publicariam é importante. É mais um passo para vos ajudar a definir a linguagem que vão usar, a forma de escrever e até, posteriormente, o que fazer com ele.

TEMA
Todas as histórias têm um tema, independentemente do género. O tema pode ser o mais simples ou o mais complexo, mas é o que vai definir tudo. É uma história sobre quê? Amor? Guerra? Amizade? Até pode ser a história do vosso cão, mas todas as histórias têm um tema.

PROPÓSITO
Até podem querer escrever só porque têm uma ideia demasiado boa para não aproveitar, mas têm sempre um propósito. Seja este, ou alertar para algo, contar a história de alguém, ou até mesmo fazer rir quem lê, todos temos um propósito, uma razão para escrever. O nosso propósito vai ficando mais claro quando começamos a escrever, por isso não se preocupem se não tiverem um logo de início.

TAMANHO
Um conto é uma história mais curta, que até pode ser de uma só palavra. Normalmente, os formatos de escrita definem-se da seguinte forma:
Nano e Microconto - o primeiro até 140 caracteres, o segundo até 100 palavras.
Miniconto - de 100 a 1000 palavras.
Conto - 1000 a 7500 palavras. O conto para os Novos Talentos vai até às 3000 palavras.
Noveleta - 7500 a 20 mil palavras.
Novela - entre as 20 mil e as 50 mil palavras. Fica ali entre o conto e o romance, em termos de tamanho. O meu primeiro livro, Teremos Sempre Londres, insere-se nesta categoria.
Romance - 50 mil a 110 mil palavras. É o tamanho mais habitual nos livros.
Épico e/ou Sequelas - mais de 110 mil palavras. Ou dá um livro muito grande, ou é dividido em vários volumes.

Tendo isto em conta, o tamanho do vosso conto deve ser até às 7500 palavras. Tenham atenção porque, em concursos, normalmente o limite de palavras é menor. Ainda assim, 7500 palavras é muita palavra, por isso não se preocupem se escreverem menos.

Depois de pensarem nisto e de apontarem as vossas decisões, está na hora de terem uma folha ou um ficheiro, o que quiserem, para fazer algum brainstorming. As próximas decisões a tomar são personagens, locais, narrativa, mas isso fica para a próxima semana. Até lá, apontem ideias de nomes, de histórias, de locais, tudo o que vier à mente é útil. Para inspiração, o segundo conto do ano chega ainda esta semana!


P.S.: Estas decisões também se tomam antes de escrever um livro.



6 Theories So Far

  1. Óptimas dicas, Sofia! Estava a pensar escrever um conto, porque fiquei com o bichinho desde que falaste no teu projecto aqui no blog, mas não sabia bem como começar. Tentarei colocar estas dicas em prática! :D

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigada pelas dicas, minha querida! Enquanto alguém que gosta de escrever e desafiar-se, estas publicações são um verdadeiro privilégio ♥

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, muito obrigada! Fico muito feliz quando estas publicações são úteis para alguém!

      Eliminar
  3. Boas dicas, obrigada! Honestamente falando, tenho sempre algumas dúvidas quando penso em escrever um conto e acabo sempre por não o fazer ou por ir mais além do que é pedido. Fico à espera das próximas dicas!

    ResponderEliminar

A resposta aos comentários é dada na própria caixa de comentários.

Não serão aprovados comentários de carácter ofensivo (para mim, para quem possa estar mencionado no texto ou para os meus seguidores e comentadores) e/ou que atentem contra a liberdade humana. Assim como não serão aprovados comentários que incentivem o ódio.