BODYGUARD

bodyguard
Antes de começar a ver Élite fiz uma sondagem no Instagram (@asofiaworld) para que sugerissem por que série devia começar: Élite ou Sabrina. Já vos falei da série espanhola, não gostei de Sabrina por isso abandonei, mas, como resposta a essa sondagem, um colega de faculdade recomendou-me algumas séries e venho falar-vos daquela pela qual optei começar: Bodyguard.

Bodyguard é uma série de produção da BBC, estrelada pelo meu king in the north Richard Madden (aka Robb Stark em Game of Thrones), e está disponível na Netflix. A série é centrada em David Budd, um veterano de guerra que trabalha na Metropolitan Police's Royalty, em Londres. Numa viagem de regresso a casa, com os filhos, David ajuda a neutralizar uma ameaça de bomba no comboio. O feito rende-lhe um novo posto de trabalho: proteger Julia Montague, a polémica ministra do Interior que pretende apresentar um projecto de contra-terrorismo que daria aos serviços secretos uma boa dose de poder.

Por enquanto, a série tem apenas uma temporada com seis episódios, cada um de uma hora, e todos têm muita ansiedade, tensão e nervosismo. Alguns episódios tornam-se pesados, por causa de toda a tensão acumulada, no entanto são episódios que nos fazem suster a respiração e ficar completamente agarrados ao que estamos a ver. A prestação do Richard Madden é soberba e dá ainda mais vontade de que haja uma segunda temporada porque seis horas de David Budd não são suficientes. Também a componente política da série a torna tão boa e, claro, digna de muitas recomendações minhas a quem gostar deste tipo de séries (vale muiiiiiiito a pena)!


2 Theories So Far

  1. O nome não me é desconhecido, mas nunca vi a série. No entanto, pela tua descrição, tem tudo aquilo que adoro. Vou já adicioná-la à minha lista :D

    ResponderEliminar

A resposta aos comentários é dada na própria caixa de comentários.

Não serão aprovados comentários de carácter ofensivo (para mim, para quem possa estar mencionado no texto ou para os meus seguidores e comentadores) e/ou que atentem contra a liberdade humana. Assim como não serão aprovados comentários que incentivem o ódio.