LIVRO VS. FILME: TO ALL THE BOYS I'VE LOVED BEFORE

to all the boys i've loved before
It's here, it's here! Finalmente a adaptação de To All The Boys I've Loved Before estreou na Netflix e eu não podia estar mais contente! O primeiro livro da trilogia da Jenny Han é o meu preferido e, por já o ter lido mais do que uma vez, tinha grandes expectativas para a adaptação cinematográfica. A produção ficou por conta da Overbrook, mas a Netflix comprou os direitos de distribuição. Apesar de já vos ter falado da trilogia, vamos lá relembrar o que acontece no primeiro livro: Lara Jean tem 16 anos e sempre que se apaixona e quer ultrapassar esses sentimentos escreve uma carta ao rapaz em questão. Um dia, as cinco cartas que escreveu são misteriosamente enviadas aos destinatários, incluindo Josh, o ex-namorado da irmã, e Peter Kavinsky. Para tentar convencer Josh de que o que está na carta já não é sentido, Lara Jean aceita fingir que namora com Peter.

Enquanto filme, é a típica comédia romântica de domingo à tarde e tem um ritmo muito próprio, com bom humor. Enquanto adaptação, muito sinceramente, está muito bem feita. Acho o filme mais divertido do que o livro, ou, pelo menos, tem mais sentido de humor, e das cenas que foram cortadas acho que não há nenhuma de que eu sinta muita falta. A grande questão está no elenco.
to all the boys i've loved before
Como é óbvio, ao lermos um livro imaginamos logo como seriam na vida real e criamos demasiadas expectativas. Isso é terrível quando há adaptações e depois os actores não são parecidos com o que imaginámos. Embora a Lana Condor e o John Corbett tenham assentado na perfeição na ideia que tenho da Lara Jean e do dr. Covey, houve alguns personagens que ficaram diferentes daquilo que seriam no livro. A Kitty, por exemplo, é mais velha no filme e foi uma mudança que fez diferença porque a personagem se tornou um grande ponto de humor e não tão infantil.

A Margot, interpretada pela Janel Parrish, não correspondeu em nada às minhas expectativas, provavelmente por a Janel ser bem mais velha na vida real. Felizmente, a Margot do filme é bem menos irritante do que a Margot do livro. Quem também não correspondeu às minhas expectativas foi o Josh, a Gen e a Chris, principalmente as raparigas. A Gen é suposto ser linda, maravilhosa e tudo de bom, mas no filme parece mais normal. Já a Chris... no filme tem um aspecto mais juvenil do que eu imaginava pelas descrições do livro. O Peter Kavinsky é a minha grande crush literária. Por isso tinha grandes esperanças para ele. O Noah não é o Peter K que eu imaginava no livro. No entanto, tenho de admitir que me conquistou. É engraçado, tem um certo charme e a cena do jacuzzi é muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito mais sensual do que no livro.
to all the boys i've loved before
O filme adapta apenas o primeiro livro dos três, no entanto, há duas partes lá que vêm do segundo livro, uma delas a que encerra o filme. Uma não me incomoda, porque sempre achei que o que acontece no segundo livro podia ter estado incluído no primeiro, tornando-o maior umas páginas. A outra foi o final ideal para o filme, para o caso de não haver continuação podermos ter um final mais fechado. No entanto, depois dos créditos, há uma cena extra que abre a hipótese de um novo filme, o que me deixou algo entusiasmada.



4 Theories So Far

  1. Estas comparações entre livro e filme são sempre interessantes. Naturalmente, as adaptações terão que sofrer cortes, mas é fantástico quando terminamos o filme com a sensação de que estava tudo lá :)
    Ainda não vi, nem li, mas já acrescentei à minha lista

    ResponderEliminar
  2. Caramba, agora é que estragaste tudo! Estava a contar com uma tarde produtiva... Adorei o livro e agora fiquei cheiinha de vontade de ver o filme (até porque já lá vão uns tempos desde que o li)...

    ResponderEliminar
  3. Aiiiii, vi este filme ontem e passei-me com tamanha fofura! Já conheço a série de livros há imenso tempo, mas não consegui esperar e lá fui eu. Fiquei bastante impressionada porque quando é para fugir de romances, eu fujo a sete pés, porém, com esta adaptação, fiquei a desejar por mais! Agora sim quero ler os livros e me perder nas personagens! A ver se também me deixam tão derretida! *0*

    LYNE, IMPERIUM

    ResponderEliminar

A resposta aos comentários é dada na própria caixa de comentários.

Não serão aprovados comentários de carácter ofensivo (para mim, para quem possa estar mencionado no texto ou para os meus seguidores e comentadores) e/ou que atentem contra a liberdade humana. Assim como não serão aprovados comentários que incentivem o ódio.