LISBOA: MUSEU NACIONAL DO AZULEJO

Museu Nacional do Azulejo - Lisboa
Esta publicação é um milagre. Sim, um milagre. Um milagre porque a visita foi em Novembro. Um milagre porque a publicação está a sair em 2018 e não em 2030, como eu previ quando vos falei da visita ao Panteão Nacional. Na altura, disse-vos que tinha visitado outro lugar perto do Panteão e esse lugar foi o Museu Nacional do Azulejo, que também tem entrada gratuita ao domingo de manhã. Não sei por que raio tenho demorado tanto a escrever sobre locais, mas, com o Museu do Azulejo, acabaram-se as visitas de 2017... e já estava na altura.
Museu Nacional do Azulejo - Lisboa
Museu Nacional do Azulejo - Lisboa
Museu Nacional do Azulejo - Lisboa
Museu Nacional do Azulejo - Lisboa
Museu Nacional do Azulejo - Lisboa
O Museu Nacional do Azulejo fica num mosteiro, o Mosteiro da Madre de Deus, e é aí que a história do museu começa. O Mosteiro da Madre de Deus foi fundado em 1509 pela rainha D. Leonor. Ao longo dos anos, o mosteiro sofreu várias obras de reabilitação, mas os edifícios que pertenciam ao convento e à igreja funcionavam quase em exclusivo como local de armazenamento do Asilo D. Maria Pia. O mosteiro recebia muitos azulejos que, supostamente, iriam ser usados para decoração, mas que acabavam por ficar guardados lá. Em 1954, ficou decidido que a igreja e convento iam passar a ser anexos do Museu Nacional de Arte Antiga.

Três anos mais tarde, para comemorar os 500 anos do nascimento da rainha D. Leonor, a Fundação Calouste Gulbenkian financiou algumas obras de restauro da igreja. Com as obras ficou decidido que todo o local devia ser considerado Monumento Nacional e que iria ser integradao por completo no Museu Nacional de Arte Antiga, que ficaria responsável pelo local assim que a exposição dos 500 anos do nascimento da rainha terminasse. Logo na altura surgiu a hipótese de ali criar um Museu do Azulejo, mas, apesar de existir enquanto parte do Museu Nacional de Arte Antiga desde 1965, só se tornou independente e Museu Nacional em 1980.
Museu Nacional do Azulejo - Lisboa
Museu Nacional do Azulejo - Lisboa
Museu Nacional do Azulejo - Lisboa
Museu Nacional do Azulejo - Lisboa
Museu Nacional do Azulejo - Lisboa
História contada, passamos ao museu e ao que podem ver lá. Azulejos. Como é óbvio. Mas são azulejos impressionantes e muitos painéis de uma beleza única e sublime. Há azulejos com relevo, com desenhos, com várias cores, tamanhos e feitios. Eu até tenho de admitir que gosto de ver aqueles prédios mais antigos com azulejos, mas não esperava gostar tanto do museu. Ou, pelo menos, não esperava sair de lá tão impressionada e maravilhada com a colecção que ali vi. A igreja também pode ser visitada e tem um trabalho em ouro que deixa uma pessoa completamente embasbacada... e a pensar que antigamente havia mesmo muito ostentação de riqueza nestas coisas.

A nossa visita não foi propriamente longa, mas teve direito a uma peripécia. Como devem saber, há uma série de museus e monumentos com entrada gratuita aos domingos, até às 14h. Ora, nós visitámos o Panteão Nacional ao final da manhã e queríamos ir ao Museu do Azulejo de seguida, a pé. A distância entre os dois locais é de cerca de 1,7 km, coisa pouca, mas nós saímos do Panteão já depois das 13h30 e quando chegámos ao Museu faltavam dois minutos para as 14h e havia gente à nossa frente a comprar bilhete. Com toda a lata do mundo, perguntámos, um minuto antes do final da entrada gratuita, se ainda tínhamos direito a entrar sem pagar. A senhora da bilheteira olha para nós, olha para o relógio e diz-nos: vá, vá, despachem-se lá a entrar, que está quase na hora. 13h59. É essa a hora que está no bilhete. A hora a que a senhora da bilheteira fez um trabalho rápido e impecável para nos permitir poupar uns euros. Obrigada!


Já conhecem o Museu Nacional do Azulejo? Qual foi a história mais caricata que vos aconteceu em visitas a museus?


Informações Úteis:
Horário
Terça-feira a domingo das 10h às 18h
Encerrado: segundas-feiras, Domingo de Páscoa e feriados do Ano Novo, 1 de Maio, 13 de Junho e 25 de Dezembro

Bilhetes
Normal - 5€
50% de desconto - estudantes, Cartão Jovem, idade igual ou superior a 65 anos
Entrada gratuita aos domingos e feriados até às 14h; idade igual ou inferior a 12 anos

Localização
Rua da Madre de Deus, 4


2 Theories So Far

  1. Adoro azulejos, por isso, sinto que seria muito feliz a visitar esse Museu *-*
    Já o acrescentei à minha lista de locais a visitar!

    ResponderEliminar

A resposta aos comentários é dada na própria caixa de comentários.

Não serão aprovados comentários de carácter ofensivo (para mim, para quem possa estar mencionado no texto ou para os meus seguidores e comentadores) e/ou que atentem contra a liberdade humana. Assim como não serão aprovados comentários que incentivem o ódio.