LISBOA: O MAAT

maat - lisboa
Esta publicação vem com tantos meses de atraso que tenho a certeza de que as exposição temporárias já mudaram e, se fossem lá agora, muitas coisas já não estariam como estavam. Mas eu queria mesmo falar-vos desta manhã de domingo passada em Belém, por isso hoje mostro-vos como foi a minha visita à Fundação EDP, que inclui o MAAT e a Central Tejo. Fomos num domingo de manhã, o primeiro domingo de Julho, para podermos aproveitar a entrada gratuita e, assim, visitamos os dois edifícios.
Central, maat - lisboa
Central, maat - lisboa
Central, maat - lisboa
Central, maat - lisboa
Central, maat - lisboa
A Central
Já tinha estado na Central em 2015, quando era apenas Museu da Electricidade, para ver a exposição do World Press Photo. Não a conhecia, portanto, na versão que podem encontrar agora. A Central Tejo está agora integrada no MAAT, apesar de poderem visitar cada uma das partes em separado. A Central foi construída em 1909 e funcionou até 1972, apesar de nas duas últimas décadas de funcionamento ter sido só uma central de reserva. A Central Tejo era uma central termoeléctrica das Companhias Reunidas de Gás e Electricidade e, em tempos, era de lá que a electricidade da zona de Lisboa vinha. Em 1990, o edifício abriu como Museu da Electricidade e agora faz parte do MAAT.

Embora nem todas as exposições pareçam relacionadas com energia e electricidade, a Central é maioritariamente um museu sobre energia. Além da história da Central e do trabalho que ali era feito, temos também réplicas das máquinas usadas na altura e podemos também ficar a conhecer um bocadinho da história da energia, desde a electricidade às energias renováveis. Há também uma zona, mais perto do final da exposição, com jogos e actividades didácticas, para testarem os conhecimentos que adquiriram ao longo da visita.
Central, maat - lisboa
Central, maat - lisboa
Central, maat - lisboa
Central, maat - lisboa
Central, maat - lisboa
Central, maat - lisboa
O MAAT - Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia
Quando o MAAT abriu parecia que toda a gente ia lá. As redes sociais estavam cheias de fotografias da fachada e uma pessoa até começava a pensar que conhecia gente muito dada a museus. Durante os primeiros meses, a entrada no museu era gratuita. Mas, claro, eu não estava em Lisboa nessa altura, por isso fiquei só a ver as fotos da fachada (não me lembro de ter visto fotografias do que havia mesmo no museu).

O MAAT é um museu de arte contemporânea, aquele tipo de arte que, muitas vezes, deixa os leigos (eu incluída) a pensar: Mas isto é arte? Eu fazia isto com uma perna às costas! É verdade que o conceito de arte evoluiu muito e o MAAT é um museu onde podemos ter acesso a arte contemporânea nas mais variadas formas, desde quadros a instalações de vídeo. 
maat - lisboa
maat - lisboa
maat - lisboa
Apesar de todo o entusiasmo à volta das fotografias no MAAT, não sabia mesmo ao que ia quando entrei no museu. Achei as instalações de arte em vídeo mesmo interessantes, mas admito que houve algumas peças cujo significado custou um bocadinho a entrar. No entanto eu acredito que ir a museus é interessante quando nos ajuda a aprender algo ou a ganhar uma nova forma de ver o mundo.

A entrada no MAAT custa 5€ e a da Central também. Se visitarem as duas o bilhete custa 9€. No entanto, confesso que, provavelmente, não optaria por visitar um MAAT num horário em que tivesse de pagar. Não por achar que o preço é muito caro, mas porque já disse algumas vezes que não sou uma especialista em arte e, por isso, tento sempre optar por dias em que as entradas são gratuitas para poder visitar museus que fogem um bocadinho daquilo que faz parte do meu conhecimento geral.
maat - lisboa
maat - lisboa
maat - lisboa


Informações Úteis:
Horário
De 4.ª a 2.ª feira: das 11h às 19h
Encerra à 3.ª feira.

Bilhetes
Central - 5€
MAAT - 5€
MAAT + Central - 9€

Descontos de 50% para estudantes e maiores de 64 anos.
Entrada gratuita para crianças e jovens até aos 18 anos e no 1.º domingo de cada mês, até às 14h.

Localização
Central Tejo, Avenida Brasília - Belém


4 Theories So Far

  1. quero mesmo visitar quando for a lisboa!!
    beijinhos

    | último post |
    https://eyeelement.blogspot.pt/2018/01/o-cafe-da-me-sono.html

    ResponderEliminar
  2. Também só conheço o que era o museu de electricidade. O Maat ainda não tive oportunidade de visitar, mas está na minha lista "to go" :)

    Beijinho
    Carla

    ResponderEliminar
  3. Já fui à Central duas vezes, o MAAT ainda está por conhecer! Confesso que o feedback não ajuda nada, tenho de me esforçar mais para querer tirar as conclusões com os meus próprios olhos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também acredito que mais depressa volte à Central do que ao MAAT... mas tens de experimentar o MAAT na mesma, nem que faças como eu e vás num dia de entrada gratuita!

      Eliminar

A resposta aos comentários é dada na própria caixa de comentários.

Não serão aprovados comentários de carácter ofensivo (para mim, para quem possa estar mencionado no texto ou para os meus seguidores e comentadores) e/ou que atentem contra a liberdade humana. Assim como não serão aprovados comentários que incentivem o ódio.