5 SINAIS DE QUE NÃO VAIS TERMINAR O LIVRO QUE ESTÁS A ESCREVER


5 sinais de que não vais acabar de escrever esse livro
Okay, está tudo certo: tiveste uma ideia incrível e decidiste transformá-la em livro! Estamos todos entusiasmados por ti, claro, mas estamos um bocadinho cépticos... porquê? Bem, não acreditamos que estejas a trabalhar de forma satisfatória para terminar esse livro. Pronto, pronto, não fiques ofendido! É só porque nos apercebemos da presença de alguns sinais alarmantes...


01 | Deixaste de te sentir entusiasmado/a com a perspectiva de escrever esse livro.
Tal como disse no último Diário de Escrita, a parte difícil de escrever um livro não é o início, mas sim o meio. No início estamos completamente entusiasmados com a ideia de escrever e de ver a vossa ideia ganhar forma. Mas depois esse entusiasmo passa e vai haver uma altura em que a perspectiva de escrever o livro deixa de ser entusiasmante.
Como dar a volta: antes de colocares a ideia em papel, tenta imaginá-la além do início. Se resultar contigo, escreve logo a estrutura dos capítulos seguintes. Assim, quando o entusiasmo inicial passar, vais sentir que tens algo mais à tua espera e para chegares lá tens de escrever.

02 | Paraste de o escrever há algum tempo e ainda não decidiste recomeçar.
Não acho que temos de escrever todos os dias no mesmo projecto, no entanto, ao fim de alguns dias sem escrevermos, começa a parecer mais complicado voltar. Pode ser porque ficaste preso num capítulo ou por um sem-número de motivos, mas quanto mais tempo adiares o regresso mas difícil vai ser voltar. É como voltar ao ginásio: quanto mais tempo adias mais difícil se torna o teu regresso.
Como dar a volta: se ficaste presos num capítulo, tenta escrever algo mais à frente, que até pode vir a ser apagado depois, ou lê o que já escreveste e aproveita para fazer algum trabalho de edição. Pode parecer cedo para o fazeres, mas vai ajudar-te a entrar novamente no teu livro e vai, de certeza, dar-te ideias para escrever.

03 | Estás a escrever pelos motivos errados.
Sim, há motivos errados para querer escrever um livro. Sejam eles o facto de quereres ser famosos, teres inveja porque alguém publicou um livro ou mesmo quereres publicares algo para irritar alguém ou algo do género. O motivo pelo qual escreves pode virar-se contra ti se não for o motivo certo.
Como dar a volta: certifica-te de que colocas o teu coração naquilo que escreves. Eu sei, isto parece super cliché, mas se escreveres por paixão (e não por ganância ou arrogância) a tua escrita vai melhorar e vai ser mais fácil ultrapassar os momentos mais críticos do processo.

04 | Não tratas o teu trabalho de escrita com o mesmo profissionalismo dos outros trabalhos que possas fazer.
A escrita até pode ser um hobbie, mas não deves vê-la como tal se queres de facto trabalhar nesse livro. Se a escrita não é o teu trabalho principal, claro que vais querer refugiar-te nela, mas tens de a levar a sério para que possas ver os resultados do trabalho.
Como dar a volta: se queres, realmente, escrever esse livro então tens de aceitar o facto de que esse livro é o teu trabalho. Até pode ser o teu 2.º trabalho, mas é o teu trabalho e tens de o tratar como tal.

05 | Não tens disciplina.
Até há uns anos eu não tinha grande disciplina a nível de escrita, porque também não a via de forma tão profissional como passei a ver. Ora escrevia todos os dias, ora passava dias sem escrever. Ora, voltando ao exemplo do ginásio, se não somos regulares nas nossas idas dificilmente vamos ver resultados, certo? O mesmo com a escrita. Aliás, escrevi sobre isso em 2016, neste post.
Como dar a volta: determina um número de horas por semana para te dedicares à escrita. Tem em conta os teus horários e hábitos, claro, mas determina um número e cumpre-o. Pode ser para escrever, para rever ou para pesquisar, mas usa esse tempo para trabalhar a tua escrita.


Agora contem-me: o que é que vos está a impedir de terminar o livro que estão a escrever?


Leiam também:

E acompanhem os Diários de Escrita.


2 Theories So Far

  1. Já tive ideias para alguns livros e comecei até a escrevê-los, mas todos acabaram por ficar abandonados. Os meus principais problemas foram o 1 e o 4. Ficava sempre entusiasmada no início mas depois, como só visualizava o início do livro e não o meio da história, empenava sempre. Além disso, como começava sempre a escrever numa fase de muito estudo, acabava sempre por dar prioridade à faculdade, e não tratar a escrita com a devida seriedade. Por isto, estas dicas vão ser, sem dúvida, muito úteis para a próxima vez que tiver uma ideia para um livro.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  2. Sobretudo o 5. No entanto, também tenho de organizar melhor o outline da história.

    ResponderEliminar

A resposta aos comentários é dada na própria caixa de comentários.

Não serão aprovados comentários de carácter ofensivo (para mim, para quem possa estar mencionado no texto ou para os meus seguidores e comentadores) e/ou que atentem contra a liberdade humana. Assim como não serão aprovados comentários de ódio puro.