TODOS PRECISAMOS DE *MUSOS* INSPIRADORES

desmotivação e inspiração - como não desmotivar
No sábado passado, o blog chegou às 100.000 visualizações. Este número, em menos de dois anos, é um feito histórico para mim. Eu vejo o A Sofia World crescer mais rápido e vejo-o com melhores conteúdos do que o blog anterior e fico realmente feliz. Mas, ao mesmo tempo, parece que nem isso impede a desmotivação. Não acho que haja um motivo específico para desmotivar. Às vezes, desmotivamos por falta de resultados. Outras vezes, desmotivamos porque andamos com muito trabalho e não nos conseguimos organizar. E também desmotivamos sem uma razão específica.

No caso dos blogs, acho que às vezes confundimos bloqueios criativos com desmotivação. Em qualquer um dos casos, não vale a pena começarmos logo a achar que é o fim do mundo e que não voltaremos a escrever. Não vale a pena ser fatalista. No meu caso, tenho mais problemas de desmotivação do que de bloqueios criativos. Foi algo que demorei a compreender: achava sempre que, nos momentos em que não escrevia tanto como o normal, estava a ter um bloqueio criativo. Na realidade, muitas vezes estava só desmotivada — ou não estava motivada o suficiente. Acontece.

É aqui que entra a inspiração.
Sempre que me sinto a desmotivar com um projecto, ou que sinto que esse projecto não está a ir a lado algum, gosto de olhar para um pequeno (muito pequeno) grupo de pessoas e tentar imaginá-las na minha situação: o que é que elas fariam? Acho que todos precisamos de pessoas inspiradoras. E nem sempre têm de ser pessoas da área em que procuramos motivação.

Para mim, o meu grande muso inspirador é alguém que só tem uma coisa no percurso em comum comigo. Não tem nenhum blog, nunca escreveu um livro (pelo menos que me tenha dito), mas é ambicioso, sabe o que quer, como quer e o que tem de fazer para o conseguir. Tenta sempre dar o máximo em tudo o que faz e, convenhamos, tem feito trabalhos incríveis na área dele. Às vezes, quando começo a sentir que estou a estagnar, que já não me apetece continuar a trabalhar, que determinado projecto está longe de ser brilhante, dou por mim a pensar no que é que ele faria.

As nossas inspirações estão longe de ser as pessoas sobre quem escrevemos. As nossas inspirações são, também, as pessoas cujo trabalho admiramos de tal forma que queremos fazer o nosso próprio trabalho de forma a estarmos no mesmo patamar, a termos o mesmo êxito que sentimos que essas pessoas têm. É assim que lido com a desmotivação, que tento, pelo menos, meter as ideias em ordem e definir aquilo que quero fazer da vida (e do trabalho).

Não tem sido uma boa altura para o blog, mas estou a tentar voltar à programação habitual. No meio de várias dúvidas e várias questões que se levantaram, dei por mim a pensar no quanto é importante para mim ter alguém em quem me focar, em quem me inspirar. No fundo, sei precisamente aquilo que ele faria no meu lugar. E é isso que vou querer fazer.


E por aí: o que fazem quando se sentem mais desmotivados? Quem são os vossos musos inspiradores (ou musas)?


5 Theories So Far

  1. Que bom :) parabéns! É tão bom ver o nosso cantinho crescer :)

    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
  2. Parabéns querida!
    Beijinhos :)
    https://dailyvlife.blogspot.pt/
    Giveaway a decorrer no blog.

    ResponderEliminar
  3. Devo dizer pela milésima vez que és uma das minhas maiores inspirações e eu sei que tens consciência disso mas nunca devo parar de o repetir! ;)
    Beijinhos, musa fofuxa ahah <3

    ResponderEliminar
  4. Boa Sofia :D musos inspiradores? Pois de momento não tenho

    ResponderEliminar
  5. Percebo perfeitamente do que falas. Há alturas em que a inspiração para escrever parece que estagna. E é nessas alturas que procuro sair mais e experimentar coisas novas ou reviver outras já feitas. No meu caso são as experiências que me inspiram, o contacto com as pessoas, as suas histórias e percursos.

    ResponderEliminar