3 ANOS DE SEJA O QUE FOR O AMOR: 7 CURIOSIDADES SOBRE O LIVRO

Seja O Que For O Amor
O Seja O Que For O Amor faz três anos! Três! Oh, dear Lord! T-R-Ê-S! Sinceramente, era impossível deixar passar esta data em branco. Não só porque foi o meu segundo livro e aquele que mais reacções positivas recebeu, mas também porque o meu amor por este livro é muito. Não consigo falar destas páginas sem que os olhos brilhem, sem me emocionar. Este livro fez-me a pessoa que sou hoje. Foi por isso que decidi que hoje seria o dia ideal para partilhar algo especial sobre o mesmo. Afinal, continuo a receber mensagens sobre ele, mesmo depois de tanto tempo.

01 | Das cinco pessoas que escreveram o prefácio do livro, só três sabiam realmente o que estava no livro.
Na altura, dei a oportunidade a várias pessoas de poderem escrever algo para ali. Sabia que queria incluir o texto da Joana, porque foi um texto que me marcou, tal como o último texto incluído tinha de estar presente porque sem ele não existiria livro. De resto, as pessoas que quiseram escrever tiveram acesso a alguns dos textos e a uma pequena preview do livro para saberem sobre o que se tratava.

02 | Músicas para separar os capítulos era algo que eu queria incluir porque imaginava sempre as pessoas a ler com uma banda sonora.
Tentei sempre que as músicas tivessem alguma relação com o que iam ler a seguir, apesar de nem todas terem, obrigatoriamente, uma relação directa. Algumas delas foram sugestões de outras pessoas, outras, sinceramente, não voltei a ouvir, mas há algumas que são mais especiais do que pode parecer, como por exemplo...
Seja O Que For O Amor
03 | A Wing$ e a Fix You têm um motivo maior para estarem na lista.
A música que inicia o epílogo foi escolhida por outra pessoa, que nem sabia o que incluía aquele capítulo. É uma das músicas preferidas dessa pessoa, pelo que me disse. Já a Wing$ tem também relação directa com essa mesma pessoa, por causa de um período específico da nossa vida. São as únicas músicas que tenho a certeza de que se manteriam hoje em dia.

04 | Só li o livro duas vezes depois de ter sido publicado. Chorei das duas vezes.
Acreditem que sei textos de cor, frases que digo às vezes sem que saibam de onde vêm, excertos sobre uma ou outra coisa, mas só li o livro de uma ponta a outra duas vezes desde que o publiquei. Uma foi logo nos dias a seguir à apresentação e outra foi em 2015, quando comecei a gostar de outra pessoa.

05 | O livro foi apresentado exactamente um ano depois de me terem dado a ideia de o escrever.
A data não foi escolhida propositadamente, mas quando percebi que era a mesma achei uma coincidência muito positiva e especial. Um ano antes estava na sala 17 da ESGAB (tenho uma memória do caraças, eu sei!) a ouvir alguém dizer-me devias transformar os textos num livro. Um ano depois estava a apresentar o resultado disso. Foi bonito.
Seja O Que For O Amor
06 | Além de mim, só há uma pessoa que tem a versão completa do Seja O Que For o Amor.
Sim, há uma versão completa do livro, que não termina no mesmo ponto que a versão que podem encontrar publicada. Na realidade, a versão consiste no livro original com uma data de folhas colocadas no final, que terminam a meio de 2015, na altura em que li o livro pela segunda vez e em que deixei de escrever assim! Os textos incluídos nessas folhas foram escritos depois de ter terminado o livro e guardo-os todos com muito carinho, assim como espero que estejam guardados na casa da outra pessoa que os tem. Não vale a pena pedirem: não vão ser divulgados!

07 | Poucos meses depois de ter publicado o livro recebi uma mensagem...
... de uma pessoa uns bons anos mais velha do que eu, que me contou que leu o livro numa altura em que se estava a divorciar daquele que pensava ser o amor da sua vida. Estava desiludida com a vida e com o amor, dizia-me. Confesso que quando comecei a ler a mensagem fiquei confusa. Até que ela me diz que, graças ao meu livro, tinha recordado o que era amar alguém de uma forma pura, simples. E agradeceu-me. Disse-me que o livro a tinha ajudado. Perdi contacto com essa pessoa, mas foi a pessoa que me fez ter a certeza de que este livro era realmente especial: para mim e para outros.


6 Theories So Far

  1. Ele já está em casa à minha espera e eu estou desejosa por o ler!! <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eu estou desejosa de que o leias :D

      Eliminar
  2. E a curiosidade aumenta...um dia tenho que lhe deitar as mãos. Preciso de ler sobre esse amor :)

    Jiji

    ResponderEliminar
  3. Credo, puseste-me a chorar com este post! Deixa de escrever tão bem, miúda! :'(
    Tens de entender que a tua escrita é única e que, por mais anos que passem, serás sempre a Sofia escritora mais fofa <3

    Estranha Forma de Ser Jornalista
    http://estranhaformadeserjornalista.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu é que me deixas a chorar com comentários assim!!! <3

      Eliminar