SEVEN DAYS OF ME: 3 DEFEITOS + 3 QUALIDADES

Seven Days of Me Tag
O melhor do desafio do Jota é, sem dúvida, o facto de o grau de dificuldade aumentar gradualmente ao longo dos dias e culminar em algo que, pelo menos para mim, é uma publicação simples. Se a publicação de ontem foi difícil, a de hoje conseguiu superá-la! Passei um bom bocado a fazer uma lista de defeitos e de qualidades. Depois, claro, tive de as reduzir a três e aí é que foi interessante! Felizmente, tenho uma qualidade que me ajuda. Por favor, não me julguem muito depois de lerem isto, okay?

QUALIDADES
Não sou influenciável.
Não ouço música/leio livros/vejo filmes só porque as pessoas com quem me dou o fazem. Não fumo, bebo ou coisas do género só porque à minha volta o fazem. Não gosto ou desgosto de algo só porque a maioria o faz. Sinceramente nem tenho paciência para tal coisa.

Sei afastar-me do que me faz mal.
No ano passado tomei várias decisões que, não parecendo, ajudaram a eliminar pessoas tóxicas da minha vida, pessoas que me faziam sentir mal comigo mesma e que pareciam não querer que eu evoluísse. Não é fácil tomar estas decisões, mas sei tomá-las e metê-las em prática e considero isso uma das minhas melhores qualidades. Um dia destes talvez vos conte mais sobre isso.

Não desisto facilmente.
Se calhar, em algumas situações, não é a melhor das qualidades, mas eu não desisto facilmente... de nada. Não gosto daquele sentimento de desistência, de achar que não há soluções. Eu gosto de criar soluções, de arranjar formas de chegar ao objectivo final, quer seja por um caminho directo, quer seja por um caminho mais longo (e, acreditem, tenho mais caminhos longos percorridos do que caminhos curtos). 

DEFEITOS
Às vezes tenho demasiada paciência.
E isto é um defeito porque as pessoas se aproveitam da minha paciência: ora me deixam à espera quando sabem que eu odeio que cheguem atrasados, ora me pedem ajuda para mil e uma coisas... eu gosto de ajudar, a sério, mas às vezes pergunto-me como é que tenho tanta paciência para tantas pessoas! O mais interessante é que também perco a paciência rápido mas tento manter-me minimamente calma... o que nem sempre é possível.

Acumulo demasiadas emoções.
Ora, passei do 8 ao 80. Há uns anos expressava-me imenso, escrevia sobre tudo e mais alguma coisa que me ia na cabeça, libertava demasiadas emoções. Agora, pelo contrário, acumulo tudo e acumulo demasiado, porque agora é até já não dar mais, até rebentar. Não, não é a melhor coisinha da minha personalidade. Porque já se sabe que quando explode há bocadinhos de Sofia um pouco por todo o lado.

Sou insegura.
Tão insegura que nem sabia se havia de partilhar este defeito. Não gosto de falhar mas, incrivelmente, acho sempre que o vou fazer. Fico sempre de pé atrás quando alguém diz que gosta de mim ou demonstra interesse na minha pessoa: e quando digo sempre é mesmo sempre! Preciso de ver para crer. Não acredito totalmente nos elogios que me dão e às vezes não me acho capaz de nada. É algo que tento mudar, sinceramente, e às vezes acho que resulta demasiado bem porque há quem me ache extremamente confiante e, pior, convencida. Meus caros: you know nothing!


2 Theories So Far

  1. Tal como tu, também não sou influenciável e não desisto facilmente. Também sou mesmo insegura, já fui mais no passado, mas infelizmente ainda o sou e é algo que ainda estou a tentar melhorar.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  2. Ora... ainda bem que não desistes facilmente, chama-se ser persistente. Apenas não podemos confundir com teimosia.
    Quando a ter muita paciência, sou igual e também considero um defeito, por vezes, certas pessoas apoderam-se desta minha característica, por acharem que se podem esticar mais um pouquinho comigo. É triste...
    Gostei das tuas partilhas, como sempre :)

    ResponderEliminar

A resposta aos comentários é dada na própria caixa de comentários.

Não serão aprovados comentários de carácter ofensivo (para mim, para quem possa estar mencionado no texto ou para os meus seguidores e comentadores) e/ou que atentem contra a liberdade humana. Assim como não serão aprovados comentários de ódio puro.