SEVEN DAYS OF ME: 2 PESSOAS

Seven Days of Me Tag
Ora aqui está algo contraditório: então ontem dizia-vos que não sou influenciável e hoje venho falar de duas pessoas que me influenciaram? Pois, bem, a culpa não é minha! Como mantenho o que disse em relação a não ser influenciável, acabei por não escolher duas pessoas que me influenciaram literalmente, mas sim duas pessoas que me inspiraram a algo, de tal forma que conseguiram ter alguma influência no meu percurso. Por isso, acho que esta publicação funciona também um bocadinho como um obrigada a estas duas pessoas, a quem talvez nunca tenha agradecido realmente.

A primeira pessoa em quem pensei foi, claro, na minha mãe. Não vou alongar-me nessa questão, mas é a ela a quem devo tudo o sou, tudo o que tenho, tudo o que possa vir a ter. Ela lutou sempre por mim e ensinou-me a fazer o mesmo.

A segunda pessoa é alguém cujo nome vou manter para mim, por vários motivos. Ele sempre acreditou mais em mim do que eu. Além disso, ele teve sempre muita paciência para mim (muita mesmo, ao ponto de merecer o Prémio Nobel da Paciência) e tomou sempre conta de mim. Sabia ver além do que eu tentava mostrar e conhecia-me realmente bem. Cometemos os nossos erros, fomos infantis muitas vezes e acabámos a magoar-nos mais do que devíamos, mas, no fim, também metemos o orgulho para trás e ficámos amigos, sem merdas. Acho que nunca lhe agradeci pelo empurrãozinho que me deu, pela música que me mostrou uma vez e que mudou muita coisa na minha vida e pela frase que me disse e que me acompanha até hoje. Obrigada, do fundo do meu ser, pela pessoa que me ajudaste a ser. 


Share Your Theory

A resposta aos comentários é dada na própria caixa de comentários.

Não serão aprovados comentários de carácter ofensivo (para mim, para quem possa estar mencionado no texto ou para os meus seguidores e comentadores) e/ou que atentem contra a liberdade humana. Assim como não serão aprovados comentários de ódio puro.