DO THE THINGS IN WHICH YOU BELIEVE

Good things come to those who work
Já repararam na forma como, por vezes, escolhemos caminhos diferentes daquele em que tínhamos pensado inicialmente? E, quando o caminho inicial é o certo, podemos dar a volta ao mundo que, de uma forma ou de outra, acabamos sempre por encontrar o caminho de volta ao nosso destino inicial. Sinto que me aconteceu isso. Sinto que voltei a ter controlo na minha vida, que estou num caminho que EU escolhi para MIM. Ninguém o escolheu por mim, ninguém me fez vir para aqui. Fui eu que escolhi isto.

A primeira impressão que tive de 2017, ainda na primeira hora do ano, foi que ia ser um bom ano. Não perguntem porquê, mas tive mesmo essa sensação. Tal como o primeiro dia de 2016 me transmitiu uma energia negativa que viria a estender-se pelo ano todo, o primeiro dia de 2017 transmitiu-me uma energia positiva, que dizia que ia correr tudo bem e que eu ia conseguir. Sabia aquilo que queria concretizar e, apesar de estar assustada, ontem soube que consegui. não há nada melhor do que isso! Eu disse que voltava e cumpri a promessa. E só precisei de acreditar (e de só contar a duas pessoas o plano) para conseguir.

A seu tempo conto-vos tudo sobre a nova etapa que me espera em Lisboa! E não se preocupem porque, desta vez, os cafézinhos e encontros que andavam a ser conversados vão acontecer!


5 Theories So Far

  1. Fico tão, mas tão feliz por ti! Mereces tudo! ♡

    ResponderEliminar
  2. Sofia! <3 já te dei os parabéns para nunca é demais, por isso: Parabéns! Que sejas muito feliz nesta nova etapa.

    ResponderEliminar
  3. Percebo-te bem. Também eu estive afastada destas bandas. Bem vinda de volta!

    ResponderEliminar
  4. Já trocamos ideias sobre isso no twitter, mas ficam aqui, na mesma, os meus parabéns e desejo de muita boa sorte para esta nova fase *-*

    ResponderEliminar