ME BEFORE YOU [2016]

movie review: me before you
Não me lembro da última vez que chorei tanto com um filme! A sério! Se ainda não viram o filme e estão a pensar fazê-lo fica aqui a advertência: um pacotinho ou dois de lenços é capaz de ser uma boa ideia.

Me Before You conta a história de Will Traynor e Louisa Clark. Will tinha uma vida de sonho mas foi atropelado e fica tetraplégico. Lou, por sua vez, trabalhava num café para poder ajudar a família mas acaba por ficar desempregada. É, então, contratada pela família de Will para o ajudar e animar. No início, Will é rude e distancia-se de Lou, mas, depois de muitas tentativas, Will passa a ser mais simpático com ela e eles acabam por se aproximar. O que Lou não sabe é que Will está nos últimos meses de vida, uma vez que se inscreveu numa clínica na Suíça para que possa morrer com alguma dignidade. Assim que descobre, Lou começa a planear uma série de actividades para que Will perceba que consegue ter uma vida boa mesmo numa cadeira de rodas.

movie review: me before you
Eu não sabia muito sobre o enredo do filme quando o vi e fiquei surpreendida quando o tema eutanásia foi abordado. Acho que ainda há muitos tabus sobre o assunto e, ao contrário de algumas críticas que li, não achei que a abordagem tenha sido desrespeitosa nem considero que tenho ficado implícito que uma pessoa em cadeira de rodas não pode ter uma vida digna.

Achei, isso sim, que o papel do Sam Clafin enquanto Will mostrava o quanto é difícil para alguém de repente se ver numa cadeira de rodas sabendo que não voltará a ser a pessoa que era. Porque é isso que o Will sente: nunca voltará a ser a pessoa que era e sente que, vivendo da forma que está a viver, não é ele, não é a vida dele e tem o poder de escolher se quer continuar a viver e a sofrer ou não.

Tal como disse, chorei imenso. E nem foi só no final. Houve ali uma parte, mais ou menos a meio, onde começou a choradeira. O filme é realmente bonito, os outfits da Lou são qualquer coisa do outro mundo, a banda sonora é muito boa e o Matthew Lewis também participa... lembram-se do Neville de Harry Potter, certo? Ponto importante: o final. Ai, o final! Acabei lavada em lágrimas, amigos!


Título Original: Me Before You
Título em Português: Viver Depois de Ti (como raio é que de eu antes de ti chegam a viver depois de ti? Antes e depois não são coisas diferentes?)
Elenco: Emilia Clarke, Sam Clafin, Matthew Lewis  
Realizador: Thea Sharrock
Ano: 2016
Nota IMDB: 7,5/10
Nota ASW: 9/10

Outras opiniões sobre filmes aqui.


8 Theories So Far

  1. Chorei tanto a ver esse filme! Não me lembro da última vez que chorei tanto a ver um filme, ahah.
    Também não achei que a história transmitisse a ideia errada quanto a pessoas numa cadeira de rodas. Mas fiquei mesmo a achar que no final ele ia escolher ficar com ela, como qualquer bom romance :(
    Os livros estão na minha to-read list desde então!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Grupo das lágrimas: presente!!! É um filme tão forte de conteúdo. Fez-me realmente pensar no quão grata estou por poder simplesmente viver e apreciar cada segundo da minha vida.
    Boa sugestão Sofia, como não podia deixar de ser vindo de ti :)

    ResponderEliminar
  3. nunca tinha ouvido falar deste filme mas gosto tantooooo da Emilia Clarke que vou ter de ver e como sou uma chorona de primeira vou levar logo o pacote de lenços para perto de mim, hehehe.

    beijinhos

    Vânia
    Lolly Taste

    ResponderEliminar
  4. Epá esta tua review deixou-me ainda mais curiosa!! Quando tiver o saco lacrimal em condições, aventuro-me nisto!

    A Vida de Lyne

    ResponderEliminar
  5. Chorei tanto baba e ranho com este filme!

    ResponderEliminar
  6. Fui ver o filme porque me tinha apaixonado pela banda sonora e não em arrependi nem por um segundo. O filme é lindo, retrata muito bem situações da actualidade e tem um final fora do comum, triste, mas com um olhar sobre a vida muito interessante. Adorei ^_^

    ResponderEliminar
  7. Vi o filme no verão e gostei tantooooo e fez-me chorar, o que não me acontece com muita frequência com filmes. Gostei especialmente do modo como a história foi contada e a abordagem de um tema tão delicado como a eutanásia

    ResponderEliminar
  8. Não consigo ver o filme mesmo por causa de saber que vou chorar oceanos (se até com desenhos animados eu choro, BASTANTE, nem quero imaginar com um filme destes).

    Beijinho *

    http://cristiana-tavares.blogspot.com - BLOG NOVO

    ResponderEliminar

A resposta aos comentários é dada na própria caixa de comentários.

Não serão aprovados comentários de carácter ofensivo (para mim, para quem possa estar mencionado no texto ou para os meus seguidores e comentadores) e/ou que atentem contra a liberdade humana. Assim como não serão aprovados comentários de ódio puro.