HE'S BACK!

Federer - Australia Open 2017
Eu não percebia nada de ténis. Eu nem sabia quem eram aqueles tenistas. Mas não estava a dar nada de jeito na televisão — pelo menos, nada que agradasse a uma miúda de seis ou sete anos. Então, fiquei a ver aquela partida. Não percebia nada mas parecia-me que aqueles tenistas jogavam bastante bem. Ganhou um tal de Roger Federer. Interessante.

Uns quinze anos depois, hoje mesmo, a final do Australia Open trouxe-me uma partida que já vi várias vezes: Nadal e Federer. Gosto muito do Nadal, mas o Federer é a razão pela qual alguma vez achei interessante passar umas horas sentada a ver ténis. Depois de um 2016 particularmente difícil, de lesões atrás de lesões, aos 35 anos, o Federer venceu mais uma final, mais um grand slam. Mesmo que isto não vos diga nada, a mim diz. E diz principalmente que o trabalho, quando é bem feito, tem resultados históricos. You just need to #bel18ve.


1 Theory So Far