O QUE APRENDI NUM MÊS DE TRABALHO

Um mês de trabalho dá para aprender muita coisa...
Faz hoje um mês que comecei a trabalhar. O facto de estar numa rádio local, de pequena dimensão, não me impediu de tirar muitas conclusões logo na primeira semana, quando comecei a preparar este post. Depois de um mês, aprendi ainda mais umas coisas. Tenho pensado muitas vezes numa conversa que tive na Madeira, sobre o mundo dos crescidos. Lembro-me muitas vezes do meu não como resposta ao estás preparada para entrar no mundo dos crescidos?, que o Coimbra me perguntou. Sinceramente, ainda não sei se estou preparada para este mundo dos crescidos, mas estou a safar-me como posso. Ora vamos lá a isto!

#1 - É horrível ler, num noticiário, notícias escritas por outras pessoas.
Porque, embora eu não seja verdadeiramente expert em escrever para rádio, aprendi várias coisas na ESCS... e nem toda a gente parece tê-las aprendido. Por isso: sim, eu escrevo as minhas próprias notícias na rádio!

#2 - O Adobe Audition é uma confusão ao início... depois parece um ProTools em versão mais feia.
Ainda que o ProTools permita editar também com vídeo... e o Adobe Audition esteja cada vez mais simples para mim.

#3 - Não voltarei a dizer que gosto de tudo um pouco quando o assunto for música.
Não, amigos, eu não gosto de tudo um pouco! Deus me livre! Experimentem passar horas a fio a ouvir música pimba...

#4 - Há demasiados artistas de música popular portuguesa (aka música pimba).
Eu não reconheço mais de metade dos nomes. De onde é que eles vêm todos?

#5 - O número de notícias da Beira Interior é inquietante... porque são mesmo poucas.
Há dias em que sinto que tenho de inventar notícias para ver se começa a haver mais umas notícias... e até já dou por mim a apelar ao crime nesta zona.

#6 - Oito horas de trabalho é esgotante!
É mesmo esgotante estar oito horas fechado num sítio, sempre a ver e ouvir as mesmas coisas. Felizmente, tenho consigo arranjar forma de fazer outras coisas nesse tempo... até porque nem sempre tenho trabalho para fazer na rádio durante a tarde.

#7 - A imprensa regional daqui tem sérios problemas com vírgulas (e não só).
Até dói ler algumas notícias! Dói mesmo!

#8 - Programas gravados e repetidos à exaustão são boooooooriiiiiiiiiiiiing!
Infelizmente, nem todos concordam...

#9 - As pessoas esquecem-se de que não se aprende nem se sabe tudo num dia, nem numa semana, nem num mês.
Isto porque me reclamam comigo por coisas que eu não sei e não sou obrigada a saber porque nunca as explicaram.

#10 - Às vezes precisas de sair, ir apanhar ar e lembrar-te do objectivo maior de estares ali. Há que manter o foco no plano para 2017.
Há dias mais complicados em que preciso de me lembrar várias vezes do porquê de estar ali e do objectivo maior e mais importante. Há que manter o foco.


8 Theories So Far

  1. Adorei o teu post e blog.
    Segui.
    dailyvlife.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito de ler o teu post :).
    Tens razão, não se aprende tudo nem num dia nem num mês, as pessoas mais velhas deviam ter mais respeito pelas pessoas que são novas no mundo do trabalho. Mas, pelo que tenho lido, parece que estás no bom caminho :).
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  3. As rádios locais podem ser um bom ponto de partida, mas no que diz respeito a música e notícias deve ser mesmo um tédio enorme... E anúncios? Não tens que levar com aqueles anúncios que não têm nada a ver com nada?!

    (força para conseguires alcançar o teu objetivo :D)

    ResponderEliminar
  4. Gostei tanto de ler esta publicação! Ainda há uns anos torcia para que entrasses na faculdade que tanto querias e olha só onde já estás!!!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, Ju! É muito bom continuar a ter-te por cá! :D

      Eliminar
  5. Ninguém nasce ensinado isso é verdade. Adorei o post e força, luta por esse objetivo com unhas e dentes. Vais ver que vais conseguir :)

    ResponderEliminar
  6. A faculdade não nos ensina estas coisas xD

    ResponderEliminar
  7. Vais a ver que daqui a uns meses algumas das situações melhoram! Esta publicação está qualquer coisa de fantástica, de verdade! Parabéns!

    A Vida de Lyne

    ResponderEliminar

A resposta aos comentários é dada na própria caixa de comentários.

Não serão aprovados comentários de carácter ofensivo (para mim, para quem possa estar mencionado no texto ou para os meus seguidores e comentadores) e/ou que atentem contra a liberdade humana. Assim como não serão aprovados comentários de ódio puro.