VÁRIOS: PASSA A OUTRO E NÃO AO MESMO

Projecto "Passa a outro e não ao mesmo"
Music makes the people come together. Pelo menos era o que Madonna dizia no tema "Music". Até pode não ser totalmente verdade mas, neste caso, a música juntou algumas pessoas, por uma boa causa, e foi assim que surgiu o projecto solidário da Rádio Comercial: Passa ao Outro e não ao Mesmo.

E em que consiste este projecto?, perguntam vocês. Bem, no âmbito da plataforma Eu Ajudo!, a Rádio Comercial convidou onze artistas nacionais a compôr uma música em 24 horas. A primeira frase de cada tema deveria ser a frase final do tema anterior. O resultado de cada uma dessas músicas tem sido apresentado diariamente na Comercial e na sexta-feira, dia 24, estará disponível para toda a gente, em formato físico, numa parceria da Rádio Comercial com a Universal! Além disso, podem também comprar pelo iTunes ou ouvir no Spotify.

O total de receitas da venda destes CDs reverte a favor das onze associações escolhidas por cada artista:

David Fonseca — Aldeias SOS
Diogo Piçarra — Acreditar
Black Mamba — Cais
ÀTOA — UniãoZoofila
Dengaz — APAV
Márcia — PAR
João Só — Ajuda de Berço
Amor Electro — Fundação do Gil
AGIR — Banco Alimentar
HMB — Re-food
D.A.M.A. — Just a change


Update, às 12h44 de 24/06/2016: links para iTunes e Spotify.
Publicação escrita em parceria com a Universal Music Portugal


2 Theories So Far

  1. Escrevi sobre isto esta semana (todos os meses falo de pelo menos um projeto solidário e escolhi este para Junho) porque também gostei imenso da iniciativa :) Já li algumas críticas relativamente aos artistas escolhidos mas acho que a Rádio Comercial está de parabéns!

    ResponderEliminar
  2. Que projecto fantástico! Gostei muito do facto do ÀTOA terem escolhido uma associação que ajuda animais :)

    ResponderEliminar

A resposta aos comentários é dada na própria caixa de comentários.

Não serão aprovados comentários de carácter ofensivo (para mim, para quem possa estar mencionado no texto ou para os meus seguidores e comentadores) e/ou que atentem contra a liberdade humana. Assim como não serão aprovados comentários de ódio puro.