OS LUGARES QUE NOS MUDAM

Funchal, Madeira
Escrever (e falar) sobre a Madeira ainda me deixa o coração cheio, borboletas na barriga e os olhos a brilhar. Sabem aquela coisa de deixarmos um bocadinho do coração em cada lugar onde fomos felizes? O meu coração está um bocadinho em Fiães, um bocadinho no Terreiro do Paço, um bocadinho em Trancoso, um bocadinho no Campo Pequeno (...) e um bocadão no Funchal. Vá, pronto, não exageremos. Está um bocadinho no Funchal. Mas é um bocadinho importante. 

Provavelmente porque foi a bebedeira ressaca mais épica da minha vida. Provavelmente porque foi o primeiro destino a que fui de avião. Mas com toda a certeza porque descobri mais sobre mim depois daquele fim-de-semana do que descubro em meses.


7 Theories So Far

  1. É mesmo bom quando existem sítios que nos marcam :D

    ResponderEliminar
  2. Sinto o mesmo. Apesar de ainda não ter ido a muitos sítios, de ainda não ter sido muito feliz, porque também ainda só tenho 15 anos e acho que a minha vida só agora está a começar mas sinto isso que dizes.
    Sinto que tenho bocadinhos do meu coração em vários sítios onde tive alguns momentos de felicidade, ou não, mas que certamente me marcaram de uma maneira especial. Tenho um bocadinho do meu coração no Porto, um bocadinho nos Açores, e muitos bocadinhos espalhados por Setúbal. E é bom. É bom ter muitos bocadinhos espalhados por muitos sítios.

    http://cheiroa-maresia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar