IT JUST DON'T FEEL LIKE CHRISTMAS* AT ALL

*o título desta publicação é uma referência a uma música da Rihanna, não é um erro, é mesmo da letra.
Doesn't feel like Christmas
Dezembro começou e, com ele, começaram os Blogmas e derivados, um pouco por todo o lado. No ano passado, no outro blog, também eu fiz um Blogmas e adorei. Mas, este ano, não podia estar mais fora do espírito. É Dezembro e eu continuo a não me sentir no mood de árvores de Natal, de cantar a All I Want For Christmas ou a Last Christmas pela casa, de pensar no que comer na Consoada por não gostar de bacalhau e couves cozidas... 

Este ano, sempre que surge uma música de Natal na rádio, eu desligo; sempre que uma playlist aleatória do Spotify acha que eu quero músicas de Natal, eu passo à frente; sempre que penso em prendas só penso naquela que vou comprar à minha prima mais pequenina. Não estou no espírito. Não tenho árvore de Natal feita nem em Lisboa nem em Fiães. E, por mim, talvez nem a faça. Este ano não sinto que é Natal, não sinto que há Natal.

O mais curioso é que no Verão eu tinha uma ideia para publicações natalícias. Pois tinha mas já não tenho vontade de as fazer. Não sinto que tenha a família que todos dizem reunir no Natal. Este ano só quero acabar a Consoada a ver filmes com a Dama na minha cama. Não quero prendas, porque ninguém tem dinheiro para me dar as coisas que quero e porque já recebi demasiadas coisas este ano. Se pudesse evitar grandes convívios familiares, juro-vos que evitava. Só não evito porque não vou deixar a minha mãe sozinha.

Ainda espero que as luzes de Lisboa e o CD de músicas de Natal do David Fonseca que vem na BLITZ deste mês ajudem a resolver. Se não ajudarem, para o ano há mais! Afinal, não é essa a cena do Natal? Todos os anos haver um?


8 Theories So Far

  1. Por vezes a família não tem de ser um punhadão gigante de familiares, decoração no ponto, árvores sumptuosas... Se calhar um bom momento com a tua mãe e uma comidinha que gostes mais (eu também não gosto do cozido) e a tua cadela seja tudo o que é preciso para teres um Natal feliz. O espírito de Natal não é uma definição de luxo e gradiosidades; há muita gente que pensa assim e faz os outros sentirem que não têm nada se não igualarem esse momento. Mas o espírito de Natal é subjectivo, adaptável é que podemos encontrar mesmo nos mais humildes momentos. Se calhar tem o espírito de Natal contigo, só não tens o convencional! Não significa que mereças menos celebrá-lo, à tua maneira :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo teu comentário, acho que precisava dele :) Talvez seja mesmo por ver tantas grandes celebrações e saber que a minha vai ser minúscula que também não tenho tanta vontade de o celebrar!

      Eliminar
  2. Participa no BCC e deixa o espírito natalício entrar na tua vida sff! Agradecido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dá-me inspiração para isso e eu participo.

      Eliminar
  3. Pequena correção de inglês: it doesn't feel like (...) e não don't :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei que é "don't" mas é uma referência a uma música (https://www.youtube.com/watch?v=IMsQsewucAY). É melhor meter no início do texto a referência!

      Eliminar
  4. Passar o natal com a família não quer dizer que seja com a enorme porrada de gente que se vê nos filmes que apesar de se darem mal, todos se apoiam. São filmes. Filmes são filmes. Na vida real a maioria dos casos não é bem assim. So what? A família é quem tu quiseres que faça parte dela. Passar com quem mais amas é que é o realmente importante. Não são as prendas que significam que é natal. Não é a árvore. Não são as luzes.Muito menos o são as prendas!!! É a reunião familiar. Aliás: É a desculpa para uma reunião familiar que até pode ser uma família de 3 ou 4 pessoas. Mas são pessoas unidas, que tu confias e amas. Isso é o natal para nós!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras, a sério! Também estava a precisar de ler isto! :)

      Eliminar

A resposta aos comentários é dada na própria caixa de comentários.

Não serão aprovados comentários de carácter ofensivo (para mim, para quem possa estar mencionado no texto ou para os meus seguidores e comentadores) e/ou que atentem contra a liberdade humana. Assim como não serão aprovados comentários de ódio puro.